© 2020. Todos os direitos reservados.

Apresentando o EMDR

O que é EMDR?

A terapia EMDR (Eye Movement Desensitization and Reprocessing), Dessensibilização e Reprocessamento por meio dos Movimentos Oculares, é uma excelente abordagem que pode ser aplicada de maneira breve. Essa forma de psicoterapia foi desenvolvida pela psicóloga americana Dra. Francine Shapiro, PhD, no final dos anos 80 na Califórnia, USA. Trata-se de um método estruturado de dessensibilização e reprocessamento de experiências traumáticas por meio de estimulação bilateral (visual, auditiva e/ou tátil) dos hemisférios cerebrais. Shapiro desenvolveu a terapia EMDR baseada no modelo de Processamento Adaptativo de Informação, que tem como premissa que experiências traumáticas do passado estão implicadas no desencadeamento de patologias no presente, representadas por diferentes sintomas, tais como flashbacks, pesadelos, sensações físicas e dor crônica.

A terapia EMDR é um modelo psicoterapêutico que compreende princípios, procedimentos e protocolos.

Fundamenta-se na premissa de que cada pessoa possui uma tendência inata para a saúde, e a integração, e a capacidade interna para alcançá-las.  As patologias decorrem de um bloqueio nesse sistema e são representadas por informações disfuncionais fisiologicamente armazenadas e que podem ser acessadas e transformadas de maneira direta. A terapia EMDR se alicerça na ciência psicológica, e está estruturada por pesquisas e teorias psicológicas sobre o cérebro.

Ao se aplicar o estímulo visual, auditivo e/ou tátil, se estimula a rede onde ficou presa a lembrança. As duas redes (onde está arquivado o trauma e onde estão as informações úteis à compreensão) trabalham juntas num tipo de associação livre que se chama Processamento Adaptativo de Informação. Cada série de movimentos continua soltando a informação perturbadora e acelera essa informação através de um caminho adaptativo até que os pensamentos, sentimentos, imagens e emoções tenham se dissipado e são espontaneamente substituídos por uma atitude positiva.

A eficácia do EMDR é reconhecida pela  Organização Mundial de Saúde (OMS)  e tem sido comprovada através de mais de 200 pesquisas publicadas internacionalmente em revistas, sendo que a American Psychiatric Association (EUA), a Royal College of Psychiatrists (UK), a Administração de Veteranos (EUA), e o International Society for Traumatic Stress Studies o consideram como um tratamento efetivo para trauma e o Transtorno de Estresse Pós-Traumatico (TEPT).

O Congresso Brasileiro de EMDR é realizado pela Associação Brasileira de EMDR e tem por finalidade:

 

  • Garantir e estimular a boa prática do EMDR no Brasil de acordo com a Ética seguindo as orientações da EMDRIA, EMDR IBA e do EMDR Institute.

  • Promover e reconhecer a Educação Continuada dos profissionais formados em EMDR.

  • Certificar Terapeutas e Supervisores que comprovem suas boas práticas e atualização de conhecimento.

  • Garantir e Reconhecer a boa qualidade dos estudos de EMDR no Brasil.

  • Dar visibilidade ao EMDR e sua eficácia cientificamente comprovada garantindo a boa prática do EMDR estimulando estudos e pesquisas na área.